Dedetização

Pulgas

Pulgas

As pulgas são pequenos insetos que pertencem a ordem Siphonaptera. São ectoparasitos de aves e mamíferos, principalmente destes últimos. Medem geralmente menos de 5 milímetros de comprimento e suas partes bucais são adaptadas para cortar a pele e sugar o sangue do hospedeiro. Não têm asas, mas possuem pernas extremamente fortes, especialmente o par posterior, que possibilita às pulgas moverem-se rapidamente e pularem distâncias muito maiores que o comprimento de seu corpo. Os olhos são reduzidos ou mesmo ausentes.

As pulgas não causam somente desconforto ao homem e seus animais domésticos, mas também problemas de saúde, tais como, dermatites alérgicas, transmitem viroses, vermes e doenças causadas por bactérias (peste bubônica, tularemia e salmonelose). Apesar das picadas serem raramente sentidas, a irritação causada pelas secreções salivares pode se agravar em alguns indivíduos. Algumas pessoas sofrem uma reação severa resultante de infecções secundárias ocasionadas pelo ato de coçar a área irritada. Picadas no tornozelo e pernas podem, em algumas pessoas, causar dor que pode durar alguns minutos, horas ou dias, dependendo da sensibilidade do indivíduo. Em algumas pessoas não ocorre qualquer reação. A reação típica da picada é a formação de uma pequena mancha dura, avermelhada com um ponto em seu centro.

As espécies mais importantes na saúde pública são: Pulex irritans, que ataca mais o homem, podendo, no entanto, alimentar-se sobre outros hospedeiros; Xenopsylla cheopis, denominada pulga do rato; Ctenocephalides felis felis, conhecida por pulga do gato e Ctenocephalides canis, a pulga do cão.


CONTROLE

O controle de pulgas é mais eficiente quando são tomadas medidas simultâneas que envolvem limpeza periódica, tratamento do animal de estimação e controle químico no domicílio e peridomicílio (quintais, canis, abrigos de animais, etc.).

Os métodos utilizados podem ser mecânicos, químicos ou biológicos.


MÉTODOS MECÂNICOS

• Catação manual das pulgas nos hospedeiros, pela inspeção da pelagem do animal;

• Banho periódico nos animais, mergulhando-os por alguns minutos em recipiente cheio de água;

• Escovação periódica da pelagem do animal;

• Aspiração periódica do ambiente;

• Lavagem dos pisos internos;

• Lavagem da cama do animal;

• Varrição e lavagem frequente do quintal e do canil.

 

MÉTODOS QUÍMICOS

Os métodos químicos são vários, sendo muitos de uso profissional. Assim, uma empresa de desinsetização idônea deve ser contratada para realizar o controle. Para entender melhor o tipo de produto que o profissional vai utilizar no ambiente podemos citar as seguintes definições de produtos:

Produtos com knockdown – O termo knockdown indica a habilidade que um determinado inseticida possui de matar uma pulga alguns minutos após o contato. Os produtos que possuem bom knockdown incluem alguns organofosforados e piretróides.

Fonte: Pragas Online